28/12/2018 às 10h42

Redesim reduz tempo de abertura de empresas para 4 dias na Bahia

Em 2018 o Estado da Bahia alcançou 30,69% de municípios integrados (128 de 417), abrangendo 80,40% das Pessoas Jurídicas ativas (867.944 de 1.079.443, no total). Segundo a Junta Comercial do Estado da Bahia (Juceb), o tempo médio para a formalização de Pessoas Jurídicas no estado é de 04 dias e 06 horas.

Os benefícios da integração são muitos e já estão sendo usufruídos pelos baianos, tais como a eliminação da necessidade de deslocamento presencial do cidadão para o registro e licenciamento de sua empresa, além da redução de custos e de tempo para a formalização de empreendimentos.

De acordo com informações da Junta Comercial do Estado da Bahia (Juceb), órgão responsável pela integração no estado, além da integração com os municípios, outros órgãos participantes do processo já estão integrados à Rede ou já iniciaram as tratativas para o início da integração. São eles:

  • Secretaria de Fazenda do Estado da Bahia (Sefaz/BA): está integrada por meio do Cadastro Sincronizado Nacional e já foram iniciadas as negociações para a migração para o Sistema Integrador Estadual da Redesim, gerido pela Juceb;
  • Secretaria de Finanças dos Municípios: a Secretaria Municipal da Fazenda da Capital, Salvador, também está integrada pelo Cadastro Sincronizado Nacional. Já no interior da Bahia, são cento e vinte e oito Secretarias de Finanças dos Municípios integradas à Redesim;
  • Órgãos de Licenciamento: no âmbito dos municípios estão integradas a Secretaria de Meio Ambiente e Vigilância Sanitária. Na capital, a Secretaria do Meio Ambiente está integrada e o processo de integração com a Vigilância Sanitária está em andamento. Na esfera estadual, os Bombeiros já estão integrados e Divisa está iniciando no Núcleo de Feira de Santana;
  • Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Bahia (OAB/BA): ainda não está integrada, porém, já foi iniciado o processo de aquisição do sistema;
  • Cartórios: o convênio está assinado e em processo de implantação.

Fonte: Junta Comercial do Estado da Bahia

Redesim no Brasil

No âmbito nacional também houve redução no tempo de abertura de empresas, veja a notícia completa no link.

Sobre a Redesim

A Redesim, criada pela Lei 11.598/2007, é composta por diversos órgãos que integram o processo de registro e legalização de pessoas jurídicas. Os expressivos resultados só foram possíveis em virtude da parceria estabelecida entre órgãos federais, estaduais e municipais que a compõem.

São mais de 3.000 municípios integrados a esta grande Rede, abrangendo cerca de 85% das pessoas jurídicas ativas do País.

Neste ano, a REDESIM colaborou para que o Brasil subisse 16 posições no índice Doing Business. Trata-se de um ranking internacional sobre a facilidade de realizar negócios, publicado anualmente pelo Banco Mundial. Este foi o melhor resultado do Brasil desde que o ranking começou a ser publicado.

Apesar dos expressivos resultados, são esperados avanços ainda melhores para 2019. Não deixe de acompanhar.

Para saber mais sobre a REDESIM acesse www.redesim.gov.br.